2
hati_ok_skoll_by_solstafirtpr-d51jytw

A mitologia conta a história de dois lobos, ou cães (dependendo da versão), chamados Skoll Hródvitnisson e Hati Hródvitnisson. Os sobrenomes indicam que são filhos de Fenrir, que possui o nome alternativo Hródvitnir (que significa “Lobo Famoso”), e da giganta e bruxa Angroboda, habitante da floresta de Járnvid, a leste de Midgard (ela é mencionada no Völuspá e no Gylfaginning), dizem que ela também é responsável por ter tido outros filhos gigantes em forma de lobos. A versão mais aceitada é de que as criaturas viraram caçadoras dos astros, ou das deusas do sol e da lua, por uma artimanha do querido deus da trapaça, Loki.

Odin, no início, concebeu a dádiva a duas deusas de carregarem o Sol e a Lua em suas bigas, puxadas por cavalos. Elas eram responsáveis por trazer o equilíbrio dos dias e das noites e das horas de sono ou vigília.

Infelizmente, as deusas, teimosas e geniosas, tinham mais afinidade com determinadas áreas dos nove reinos: A deusa do sol adorava os desertos, o mar e as montanhas, enquanto a deusa da Lua se identificava com a intensidade das florestas e a profundidade de lagos e rios. A partir disso, estacionavam suas bigas durante dias, semanas e meses em um mesmo lugar, fazendo com que os seres de tais áreas não soubessem quando dormir ou acordar, postos em um caos total.

Em Asgard, os deuses entravam em confronto, uns contra os outros, a fim de chegar a uma solução a esse gigantesco problema que as deusas persistiam em cometer. De longe, Loki observava o confronto, rindo para si mesmo, até o momento em que percebeu que o novo local onde a deusa do Sol havia estacionado sua biga era nas proximidades de uma montanha em que vinha planejando roubar a semanas e que, consequentemente, os gigantes que guardavam a entrada não dormiriam com o sol constantemente raiando.

Então foi até a floresta procurando por uma solução quando avistou dois lobos correndo, famintos. Loki se armou com arco e flecha e foi à caça de um cordeiro, quando finalmente assou a carne da vítima, colocou nela um feitiço. Chegou perto da toca dos dois lobos e ofereceu a eles a carne, mostrando-lhes que vinha pacificamente.

Após o banquete, as criaturas imploravam por mais, pedindo-lhe que lhes dissesse onde havia conseguido tamanha especiaria. O deus, vendo que seu plano havia dado certo, contou a Skoll e Hati que a carne tinha vindo de um deus há muito esquecido e que apenas as deusas do sol e da lua ainda tinham o mesmo sabor, então lhes deu o poder do voo e eles foram atrás de seu banquete. Avistando a aproximação animalesca dos lobos, as deusas fugiram a toda velocidade.

Skoll persegue a Deusa do Sol, assim como Hati persegue a Deusa da Lua, trazendo assim equilíbrio dos dias e das noites aos nove reinos.

Alguns fenômenos também eram explicados pela caça dos lobos às deusas, tal como:

– O eclipse lunar: momento em que Hati se aproximava da deusa da Lua, quase engolindo-a;

– A duração dos dias em determinadas estações: com o vento quente vindo do sul, durante o verão, Skoll ficava mais lento, fazendo com que os dias durassem mais, e durante o inverno, o vento frio vindo do norte fazia com que Skoll ficasse mais ágil, causando dias mais curtos e etc.

A mitologia conta que, quando os lobos finalmente engolirem as deusas, iniciará o Ragnarok, o crepúsculo dos deuses, fazendo com que as amarras de Fenrir se soltem e ele vá em direção a Odin, para matá-lo.

Dizem que essa história era narrada antigamente pelos anciãos das aldeias para instigar as crianças a correr atrás de seus objetivos e serem persistentes com seus sonhos.

Written by | Thais Ramos

Livros, café, poesia, mitologia e história. Sou tão bagunçada quanto meu cabelo.

2 Comentários

  1. Teresa

    %d 02UTC %B 02UTC %Y at %H:%M 12Sat, 02 May 2015 00:00:53 +000053.

    Hi, i’m the artist who did the illustration that you are using in this article. Please, if you are going yo use someone’s work, be sure you know who is the artists and if the artistas gives you permission to use his works.
    Thank you,
    The artists.

  2. Matheus

    %d 11UTC %B 11UTC %Y at %H:%M 12Sat, 11 Jul 2015 00:17:39 +000039.

    Gostei muito da história. É totalmente plausível com a nossa realidade, tanto que acabamos nos imaginando vivendo nesse mundo, realmente incrível.
    Percebi alguns leves erros de ortografia no post, nada que uma boa revisada não resolva. continuem assim. :)

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>