3
Vikings-were-not-Bloodthirsty-Warriors

Entre os nomes que se destacam quando se fala em vikings de verdade, está Erik Thorvaldsson.

Erik, o Ruivo, que tinha migrado para a Islândia, banido da Noruega por assassinato, enfrentou o julgamento do Althing (“tribunal” islandês). Ele fora acusado de matar um fazendeiro vizinho pela posse de uma vaca e, por isso, foi expulso da ilha por três anos. Decidiu, então, explorar as águas a oeste em busca de novas terras.

Usando técnicas rústicas de navegação, como seguir animais marinhos pela sua rota migratória quando o sol não aparecia, Erik chegou a Groelândia, a qual explorou durante os três anos de exílio.

Quando voltou para a Islândia com as notícias do que tinha descoberto, alguns islandeses viram a novidade como algo positivo, pois o clima gélido do país que viviam não favorecia o cultivo da cevada. Decidiram, então, acompanhar Erik. Porém, dos 25 barcos que saíram da Islândia, apenas 14 chegaram.

Os colonos groelandeses estabeleceram-se em grandes casas que abrigavam de 15 a 20 pessoas, juntamente com seus animais como porcos, ovelhas, vacas e cavalos. Construíram oficinas para forja de armas e tecelagem, assim como cozinhas, estábulos e pequenos comércios. Por ter sido o descobridor, Erik recebia uma comissão sobre tudo que era arrecadado.

A proximidade da Groelândia com a América, logo levou os nórdicos a novas descobertas. A “Saga Groelandesa” conta que um mercador perdeu seu caminho numa viagem da Islândia à Groelândia e afirmou ter avistado terras ainda mais ao oeste das que já estavam colonizadas.

Por volta do ano 1000, o filho de Erik, Leif Eriksson resolveu confirmar o que havia dito o mercador e acabou chegando à América. Ele passou um inverno no lugar que chamou de Vinland ou “Terra das Videiras”, onde encontrou videiras e riachos cheios de salmão e pasto. No ano seguinte voltou para a Groelândia e não visitou mais as terras que havia descoberto, pois seu pai, Erik, havia morrido em sua ausência e ele herdara tanto os direitos sobre as propriedades, quanto a responsabilidade por todas elas. Além de receber o lucro que viesse de Vinland.

Foi o outro filho de Erik, Thorvald, que liderou a expedição para explorar Vinland. Lá, ele e seus homens fizeram contato com os nativos, porém, não foi um contato amigável. A luta que se seguiu foi uma introdução do que viria ser a futura relação entre os europeus e os primeiros habitantes da América. Thorvald matou uma quantidade razoável de índios antes de ser morto por uma flecha e impedidos de permanecer em Vinland, os vikings retornaram a Groelândia.

Mas a ideia de expandir suas fronteiras e explorar o oeste sempre tentou os nórdicos, tanto que dois anos depois da morte de Thorvald, outro fazendeiro e mercador, Karlsefni, liderou mais uma expedição para a América. Três grandes barcos e cerca de 500 colonos o acompanharam. Estabeleceram-se num lugar que chamaram de “Hop”, onde a mulher de Karlsefni deu à luz um menino, Snorri, provavelmente o primeiro americano de origem europeia.

Written by | Renata Biscaro

Tolkieniana, viciada em café e história, apaixonada pela Noruega e filha de Freyja.

3 Comentários

  1. Fernando

    %d 22UTC %B 22UTC %Y at %H:%M 11Wed, 22 Jul 2015 23:45:12 +000012.

    Muito boa a pagina. DIFÍCIL de encontrar paginas parecidas pela internet assim. Adoro tolkien, mitologia NÓRDICA,antropologia européia e livros sobre as lendas e heróis vikings. tenho o sonho de conhecer a ESCANDINÁVIA,e quem sabe até por lá ficar. café é o meu hidromel e bem, acho que me encontrei aqui nessa page. vlw e PARABÉNS.

  2. Profile photo of Renata Biscaro

    Renata Biscaro

    %d 23UTC %B 23UTC %Y at %H:%M 03Thu, 23 Jul 2015 03:44:31 +000031.

    Muito obrigada, Fernando! Fico feliz que tenha gostado! ^^

  3. ADRIAO URIEL

    %d 18UTC %B 18UTC %Y at %H:%M 01Wed, 18 May 2016 13:16:13 +000013.

    Página legal. parabéns pelos posts! adoro mitologias, celta, nórdica, eslava, ameríndia, hindu, africanas, grega, etc e também adoro história, uma das, senão a, minha matéria de estudo preferida. :)

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>